A moda de olho no passado

Tendências
| 30/06/17 |

Não é novidade pra ninguém que vivemos em um mundo cada vez mais tecnológico, acelerado, sendo muitas vezes impossível de acompanhar os novos lançamentos tecnológicos e da moda, e o que era atual há uma semana já não é mais, pois já surgiu no mercado um celular com uma tecnologia mais avançada e mais uma nova coleção de roupas de uma marca.

O zeitgeist atual, ou seja, o que determina a tendência de acordo com o período no qual se vive, é a tecnologia. Vivemos na era da internet, dos computadores, das redes sociais, dos tablets, enfim, é a tecnologia e seu avanço de cada dia que rege nossas vidas neste século XXI. Porém, fazendo um contraponto a toda essa modernidade que supostamente veio para melhorar a vida da humanidade, quanto mais high-tech o nosso mundo se torna, cresce a vontade das pessoas de voltar à cultura simples e básica do passado, de pouca presença tecnológica. Aquele tempo dos nossos avós, bisavós e assim por diante. Voltar aos conceitos que nos remetem à autenticidade e aos valores reais. Isso tudo se deve ao fato de atualmente estarmos vivenciando perda de valores, do que é certo e errado, da falta de pertencimento a um determinado grupo no mundo, pois a tecnologia em excesso apesar de nos manter sempre conectados, gera solidão, vazio existencial, frieza e falta de crítica.

Podemos observar essa vontade de voltar à cultura do passado através da moda. As últimas coleções e campanhas editoriais da Dolce & Gabbana remetem a cultura tradicional italiana que simboliza aquela nostalgia pela tradição e local de origem, país natal dos dois estilistas criadores da grife, Domenico Dolce e Stefano Gabbana. Ambos são homossexuais, e contrariando todas as expectativas eles apoiaram uma causa social recente contra a adoção de crianças por homossexuais, o que significa que apoiam a volta da família tradicional. Também se pode observar que as tendências da moda masculina são voltadas para o passado, porém com um visual modernizado.

Matéria publicada na Revista Perfil de março de 2017

Comentários no Facebook

Comentários no Blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também